Sobre as vaias à advogada de Lindemberg

Somente agora estou tendo tempo para comentar o assunto, após alguns dias do ocorrido. Bem, devo confessar que não me causa estranheza a ignorância dos leigos quanto ao exercício (nobre) da advocacia criminal.

A sociedade brasileira simplesmente não compreende como pode um advogado atender alguém que (até o trânsito em julgado de fato), supõe-se, cometeu um crime.

Os advogados criminalistas não amam o crime. Os advogados criminalistas não gostam daquilo que seus clientes fizeram e não coadunam com as condutas que seus clientes tiveram.

No entanto, os advogados criminalistas acreditam que QUALQUER PESSOA MERECE, em defesa do Princípio Maior da  Dignidade da Pessoa Humana, DEFESA das acusações formais do Estado para com o indivíduo. E, não só, bem se sabe.

Os advogados criminalistas querem, pura e simplesmente, que as penas aplicadas aos seus clientes sejam justas. Muitas vezes, não querem que seus clientes sejam absolvidos, mas apenas que a pena e todas as circunstâncias favoráveis ao seu cliente e à aplicação da lei penal sejam feitas da forma mais justa possível.

Sinceramente, senti-me ofendido (como advogado) ao saber que a advogada de Lindemberg, do “Caso Eloá”, foi vaiada ao sair do fórum para simplesmente almoçar, em um dos dias do julgamento que durou quase que a semana passada inteira.

Essas pessoas, para mim, são umas hipócritas, pobres de espírito e nojentas. Todos, inclusive esses indecentes que vaiaram a prezada colega, merecem ter advogados para os defenderem de acusações formais.

Isso é algo que me irrita tanto que acho que seria por demais interessante que a OAB fizesse campanhas nacionais a favor, especificamente, desses profissionais. Afinal, quem advoga na área criminal sofre sim preconceito da sociedade, da própria família, dos amigos e, quando pior, de outros colegas que atuam em outras áreas.

“Então você atenderia um criminosos?”. Meu Deus, perdoai, pois não sabem o que falam! Todas as pessoas, por pior que seja o crime, merecem ter uma defesa decente, humana e justa. T-O-D-A-S.

Mais detalhes sobre as vaias, aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre as vaias à advogada de Lindemberg

  1. Fato. Assim já ouvi, sendo médico cirurgião, de que deveria deixar morrer aquele baleado que trocou tiros com a polícia. Quem sou eu para decidir entre a vida e a morte? Sou apenas um médico e faço o que fui treinado a fazer, seja bandido, santo, politico ou cidadão comum.
    Compartilho sua tristeza em ver que a população brasileira prossegue em seu inexorável curso de ignorância e falta de civilidade. Pior ainda, de fato são hipócritas pois se vangloriam de serem corretos. Mas são os mesmos que estacionam sobre vagas reservadas, jogam lixo na rua, fumam onde não devem, bebem e dirigem entre tantas outras infrações,

    grande abraço e continue com o blog.

Olá, não estou mais respondendo comentários por aqui. Acesse: www.hugo.adv.br www.edgardmedeiros.com.br www.instagram.com/edgardmedeirosadvogados/ www.facebook.com/EdgardeMedeirosAdvogados/ www.youtube.com/channel/UC6U25Xj3nYYz-MuWV7TMq4w

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s